segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Jermaine Jackson: "Michael sempre foi inocente"

Segundo o site "Female First", Jermaine Jackson disse que tem provas de que o irmão, Michael Jackson, era inocente de todas as acusações relacionadas a abuso sexual.
O mais velho dos Jackson falou sobre o caso de 1993, quando o dentista Evan Chandler acusou o astro do pop de ter abusado de seu filho, Jordan Chandler, na época com 13 anos. De acordo com Jermaine, o suicídio do pai do menino serve como prova de que as denúncias eram falsas.
"Tudo que nós passamos, como uma família, as falsas acusações contra o meu irmão, o caso de 1993, onde foram o acusando das coisas mais horríveis... O pai desse garoto cometeu suicídio, porque ele simplesmente não podia aguentar e agora o garoto se apresentou e disse Michael nunca o tocou", disse Jermaine em um evento beneficente no teatro Magic Johnson AMC.
Desde que Michael faleceu, em junho de 2009, houve vários rumores na web de que Jordan, atualmente com 29 anos, também teria admitido que suas alegações de violência sexual que pesavam contra o cantor eram falsas.
O rei do pop sempre afirmou que era inocente, mas teve que fazer um acordo com a família Chandler em janeiro de 1994 no valor de US$ 22 milhões, cerca de R$ 38 milhões. Jordan também assinou um contrato concordando nunca mais falar sobre o assunto.

Fonte: http://entretenimento.br.msn.com/famosidades/noticias-artigo.aspx?cp-documentid=22745470

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

Arquivo do blog